CONARH ABRH - Cuidar das pessoas é responsabilidade de todas as áreas

Data: 07/07/2011

Durante décadas, a gestão de pessoas foi entendida como uma responsabilidade de um único departamento das empresas: Recursos Humanos. Isso equivale a dizer que RH deveria ser onipresente, ou seja, atuar no desenvolvimento de políticas e na implantação de práticas, e, simultaneamente, na linha de frente, motivando os colaboradores, negociando com eles e resolvendo conflitos, entre outras atribuições. Mas o dia a dia das organizações comprovou que essa visão estava equivocada.

"Não importa se estamos falando de produção, administração, finanças, marketing ou compras, no dia a dia todas as áreas têm que lidar com gente e é aí que acontece o que chamamos de ‘a hora da verdade' na gestão de pessoas. RH não tem essa função, nem mesmo teria condições de estar presente o tempo todo para exercê-la. RH consubstancia os gestores de todas as áreas para que eles possam exercer a gestão de pessoas", assinala o educador e consultor Eugenio Mussak, presidente da Sapiens Sapiens Desenvolvimento Integral.

Esse é um dos alertas do CONARH ABRH 2011 - 37º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas, que será realizado no próximo mês e cuja programação foi definida a partir dos seus diferentes públicos: Jovens Profissionais de RH, Profissionais de RH na Gestão Pública, Profissionais de RH de Nível Intermediário, VPs e Diretores de RH e Gestores de Pessoas.

"Estamos inovando ao destinar parte do evento para despertar o mundo corporativo para essa visão, ao responsabilizar todos os gestores pela gestão de pessoas e ao elevar a condição de RH a uma posição mais estratégica", salienta Mussak, que lidera a equipe do CONARH ABRH responsável pelo eixo Gestores de Pessoas.

Na programação
Entre as atividades escolhidas pela equipe, a palestra magna A vida como ela é: A realidade de um gestor de pessoas vai reunir profissionais como Luiz Fernando Teixeira Scheliga, diretor de Operações da Algar Tecnologia, e Heraldo Conde, gerente administrativo do Grupo Alubar, que vivenciam a gestão de pessoas no seu dia a dia de executivos.

"É uma palestra imperdível, que vai enfatizar a diferença entre a gestão de pessoas e a gestão de ‘coisas'. Coisas, nós controlamos, pessoas não. Podemos até ter a ilusão de que o fazemos usando, por exemplo, um relógio de ponto. Mas isso significa que elas estão apenas fisicamente presente na empresa. Não dá para saber se, junto com o corpo, elas levaram a alma. Nós queremos que as pessoas sejam inteiras no ambiente de trabalho e, embora não seja possível controlar sua mente e suas paixões, podemos liderá-las e motivá-las", argumenta Mussak.

A excelência em gestão de pessoas como caminho crítico para o grande executivo também será abordada na palestra de Marlin Kohlrausch, presidente da Calçados Bibi desde 1986 e cuja trajetória de sucesso à frente da empresa combina estratégia, negociação e políticas avançadas na gestão dos colaboradores. Outra participação de destaque, esta do exterior, é a de Didier Marlier, sócio-fundador da The Enablers Network, consultoria com sede na Suíça e clientes distribuídos pela Europa, Ásia e Brasil. Didier trabalha a estratégia empresarial com forte foco em pessoas, a partir de três aspectos: intelectual, emocional e comportamental. Ele estará no CONARH para falar de engajamento, colaboração e alianças como fonte de resultados excepcionais para o negócio.

Também a comunicação, competência fundamental ao gestor de pessoas, será abordada no congresso durante a palestra Eu me fiz entender? - A comunicação a serviço do gestor de pessoas.

"Não consigo imaginar um bom líder que não seja um bom comunicador. Isso não significa que ele tenha de ser um orador de massas, mas alguém que saiba ouvir e deixar claro o que pensa e sente. Por isso, convidamos o Reinaldo Polito, grande especialista do Brasil em comunicação humana dentro das empresas para apresentar a palestra", conta Mussak, finalizando: "Todo gestor de pessoas é um líder. Liderança não é cargo, é comportamento. Cargo é gerente, diretor, superintendente, e deve ser ocupado por pessoas que tenham comportamento de líder, o que nem sempre acontece. A boa notícia é que a liderança pode ser desenvolvida".


O CONARH ABRH 2011 acontece de 15 a 17 de agosto, no Transamerica Expo Center, em São Paulo (SP).

Informações e inscrições: www.abrhnacional.org.br


Fonte: Thaís Gebrim - Jornal O Estado de São Paulo - Página da ABRH-SP

Imprimir!  

Todos os direitos reservados © 2014 - 2015 | ABRH-SC - Associação Brasileira de Recursos Humanos / Seccional Santa Catarina | by softd